Funcionamento: Segunda a Sexta das 09h00 as 19h00
Ligue 11 5571 8777 | Whatsapp: (11) 98920-4546

Está mais do que comprovado que para manter um organismo saudável e uma pele jovem é preciso ter hábitos saudáveis. A aparência da nossa pele está totalmente relacionada com o tipo de vida que levamos. Isto inclui: noites bem dormidas, atividade física frequente, nível de estresse baixo e, claro, a qualidade e variedade dos alimentos que ingerimos. Se você se preocupa com sua alimentação e procura manter uma pele cuidada, deve ter ouvido falar dos alimentos antioxidantes.

 

 

Mas porque é tão importante a ingestão dos alimentos antioxidantes?

 

Para entender a importância dos alimentos antioxidantes é preciso entender antes o que são os radicais livres.

 

Radicais livres são um tipo de molécula produzidas pelas células do nosso organismo. Elas são resultado de um processo chamado oxidação. Esse processo transforma os nutrientes dos alimentos absorvidos em energia para o corpo.

 

O problema dos radicais livres é que eles podem se associar rapidamente com moléculas sadias e causar uma reação ou oxidação. É como se o nosso corpo estivesse enferrujando. É um processo semelhante.

 

Quando produzidos em quantidades normais, os radicais livres são combatidos por enzimas que o próprio corpo produz.

 

No entanto, fatores externos fazem com que os radicais livres sejam produzidos excessivamente. Por isso precisamos dos alimentos antioxidantes, que impedem o processo de oxidação causado pelos radicais livres.

 

Mas o que os radicais livres causam na pele?

 

Os radicais livres reagem com moléculas saudáveis como as de colágeno e elastina. As funções biológicas dessas proteínas são alteradas, causando a degradação das suas fibras.

 

Com a diminuição do colágeno e da elastina, a pele começa a ficar flácida e com rugas, acelerando o processo de envelhecimento.

 

Como os alimentos antioxidantes combatem os radicais livres?

 

Os alimentos antioxidantes possuem a capacidade de neutralizar a ação danosa dos radicais livres. Além disso, agem reparando os danos causados, ajudando na reconstrução de células modificadas.

 

Os antioxidantes podem ser do tipo enzimático, ou seja, produzido pelo organismo. Mas também podem ser do tipo não enzimático, encontrado em alimentos que possuam as vitaminas C, E, o betacaroteno e os flavonóides .

 

Por isso é tão importante a ingestão dos alimentos antioxidantes. Mesmo porque, ainda que tenhamos uma vida equilibrada e saudável, podemos estar expostos a fatores externos que aumentam a producão de radicais livres.

 

Fatores que contribuem para o aumento dos Radicais livres:

 

Entenda quais são os fatores externos que fazem com que a produção de radicais livres aumente:

 

Bebida alcoólica

 

Além de causar desidratação e deixar a pele ressecada e opaca, o álcool também aumenta a quantidade de radicais livres. Esse aumento tem como consequência uma maior oxidação das células. Ao ingerir álcool em excesso, você estará acelerando o processo de envelhecimento das células do seu corpo e da pele, consequentemente,

 

O vinho tinto pode ser uma exceção se ingerido moderadamente. Os polifenóis presentes na bebida possuem ação antioxidante.

 

Atividade física

 

Durante o processo respiratório, o corpo libera radicais livres naturalmente. Quando praticamos exercícios físicos, o processo oxidativo e a quantidade de radicais livres é aumentado, pois o corpo utiliza mais oxigênio para suprir as necessidades musculares.

Esse excesso de radicais livres causa a degradação de células sadias. Entre elas estão as células de colágeno. O resultado disso é o envelhecimento da pele.

Por isso é bastante comuns vermos atletas de alto impacto com linhas de expressão, rugas e flacidez acima do normal esperado para a idade.

 

O consumo de alimentos antioxidantes é recomendado para fortalecer o sistema imonulógico e combater o processo oxidativo.

 

 

Estresse

Uma vida estressante aumenta a produção de radicais livres levando a um envelhecimento da pele. Além disso, quem vive estressado contrai mais os músculos da face, ocasionando ainda mais linhas de expressão e rugas.

Exposição ao sol:

Não é novidade pra ninguém que sol em excesso causa diversos danos a nossa pele. A ação dos raios UVA e UVB é cumulativa, ou seja, você pode sentir os efeitos no decorrer da vida. Além do envelhecimento, rugas, flacidez e manchas, o sol também causa doenças graves como o cancer de pele. Evite o sol nos horários de pico e se proteja com filtro solar sempre.

Cigarro:

O processo oxidativo das células causado pelo tabagismo, aumenta a quantidade de radicais livres. É claro que essa é só uma das desvantagens do fumo. Existe uma série de doenças causadas pelo cigarro. Com a pele não seria diferente. O resultado além de rugas e flacidez é também uma pele manchada, opaca e sem brilho.

Poluição:

As toxinas presentes na fumaça são absorvidas pela pele. O resultado é a aceleração das reações oxidativas e aumento de radicais livres. Higienizar a pele todos os dias, passar hidratante pode ajudar a diminuir esse processo.

 

Conheça agora os principais alimentos que apresentam os elementos antioxidantes:

 

Alimentos com vitamina C:

 

Frutas cítricas e verduras são excelentes fontes de vitamina C:

 

Laranja-Limão-Acerola-Morango-Abacaxi-Tangerina-Tomate-Brócolis-Espinafre

 

Priorize alimentos crus aos cozidos para preservar uma maior quantidade de vitamina C.

 

Alimentos com Vitamina E:

 

Os alimentos ricos em vitamina E são principalmente os de origem vegetal ricos em gordura como castanhas e sementes:

 

Semente de girasol-Nozes-Avelãs-Castanha-do-pará-Amendoim-Azeitona-Abacate-Ovo cozido-Salmão.

 

Alimentos ricos em betacaroteno

 

Os alimentos ricos em betacaroteno são alimentos de origem vegetal principalmente com cor alaranjada e amarelada. São eles:

 

Cenoura-Manga-Acerola-Melão-Melancia-Damasco-Pessego-Mamão-Goiaba-Brócolis-Abóbora-Couve-Espinafre

 

 Alimentos ricos em flavonoides:

 

Os flavonóides estão presentes principalmente em frutas de coloração avermelhada como:

 

Morango-Framboesa-Blueberry-Goiaba-Romã-Maçã-Uva

 

Agora que você entendeu melhor como funciona a oxidação da pele e a importância dos alimentos antioxidantes, que tal preparar a próxima refeição com esses alimentos?