Funcionamento: Segunda a Sexta das 09h00 as 19h00
Ligue 11 5571 8777 | Whatsapp: (11) 98920-4546

            Neste post iremos explicar tudo sobre os fios de sustentação. Como funciona este tratamento que combate a flacidez? Ele estimula mesmo a produção do colágeno? Tire suas dúvidas e descubra porque os fios de sustentação podem ser um divisor de águas em termos de rejuvenescimento! 

Fios de sustentação: como essa técnica evoluiu 

            O desejo de dar uma pequena “levantada” ou lifting no rosto sempre existiu entre homens e mulheres. No anos 80 a técnica de lifting sem intervenção cirúrgica era usada usada com fios de ouro, russo e búlgaro. No entanto, com o passar do tempo, este método foi perdendo sua popularidade. Primeiro porque houveram muitos casos de inflamação que, com a retirada dos fios, causavam marcas e manchas na pele. Outro fator era que o fios eram perceptíveis ao toque, o que também gerava um grande desconforto nos pacientes. 

            Com a evolução da técnica, essas questões foram resolvidas e os fios não-abosrvíveis caíram em desuso. No lugar surgiu outro tipo de técnica mais evoluída, os fios absorvíveis pelo organismo.

            Em 2013 a ANVISA liberou essa nova tecnologia de inserção de fios minimamente invasiva no Brasil.

            O uso dos fios de sustentação já está disseminado nas melhores clínicas e consultórios dermatológicos do País. Mas muitas pessoas ainda têm receio de fazer o procedimento por causa dos casos mal sucedidos de anos atrás.

            Agora chegou a hora de você entender melhor como funciona essa técnica. Por que os fios podem ser uma ótima opção para tratamento contra flacidez e rejuvenescimento? 

Do que são feitos os fios utilizados hoje em dia?            

Existem 2 tipos de fios de sustentação usados hoje em dia: 

Fios Silhouette: 

São feitos a base de ácido poliláctico ou PLA. Essa substância é totalmente absorvida pelo organismo  em aproximadamente 1 ano e meio após a colocação. 

O diferencial do ácido poliláctico é que este filamento possui cones minúsculos. São eles que promovem uma tração quando exercemos uma força contrária. É o chamado efeito lifting. Além disso ele continua agindo nos meses subsequentes, estimulando o colágeno e potencializando o combate a flacidez. 

Fios PDO 

Os fios PDO são feitos de polidioxanona. Seu principal efeito é o da estimulação do colágeno. O lifting também ocorre com esta modalidade. No entanto, ocorre de maneira tardia. Ao contrair as fibras da pele, os fios de PDO contraem a própria pele também. Seu efeito tem duração mais curta. Pode durar entre 6 a 8 meses.

Como é feito o procedimento? 

            O procedimento é diferente de uma cirurgia plástica pois é minimamente invasivo. Ele pode ser feito no próprio consultório do seu dermatologista.

            Primeiro é feito uma anestesia local. O médico então faz alguns microfuros no rosto do paciente com uma microcânula. Depois, insere cerca de 4 a 8 filamentos, dependendo do grau de flacidez. A inserção dos fios é feita na camada subcutânea onde se localiza a gordura. Por causa disso a técnica provoca o mínimo de dor.

            Como a microcânula é extremamente fina, os furos se fecham quase que imediatamente, não deixando marcas ou cicatrizes. A sessão dura entre 45 a 60 minutos. 

Qual a indicação? 

Os fios de sustentação são indicados para pacientes a partir dos 30 anos. O procedimento é recomendado para aqueles que já se sentem incomodados com a flacidez facial. Cada pessoa apresenta esses sinais em graus e idades diferentes. É importante, portanto, que se faça uma avaliação para analisar se o procedimento é indicado. 

A técnica proporciona melhoras na flacidez das seguintes regiões da face: 

  • Levantamento do arco das sobrancelhas;
  • Redefinição dos contornos do rosto;
  • Redefinição da linha da mandíbula;
  • Diminuição das rugas nasolabiais ou “bigode chinês” e rugas de marionete
  • Melhora dos contornos da boca
  • Pescoço e papada;

Quais os resultados e quanto tempo duram? 

Logo após a aplicação já é possível notar o efeito lifting. Isso ocorre devido a capacidade dos fios de gerar uma tração da pele. No caso dos fios de PDO, o lifting vem depois com o estímulo do colágeno.

Nos meses que se seguem ocorre um estímulo de produção natural de colágeno. Essa característica oferece resultados progressivos. Os efeitos são surpreendentes: redefinição do rosto que readquire os contornos originais,  recuperação do volume facial e redução das rugas.

Os fios de silhouette podem durar de 1 ano e meio a 2 anos, até sua absorvição total.  Já os de PDO duram até 8 meses. Após este período deve-se avaliar a necessidade de uma nova aplicação junto ao médico dermatologista. 

Como é o pós-procedimento? 

Como em todo procedimento, mesmo que minimamente invasivo, pode ocorrer inchaço e vermelhidão. Em alguns casos pode ocorrer de algum vasinho ser atingido e por isso surgirem manchas arroxeadas. 

Em geral esses sintomas desaparecem em alguns dias, sendo necessário fazer compressas frias nesse periodo. 

Não é indicado a exposição solar. Use protetor solar sempre. O sol pode causar manchas, principalmente logo após o procedimento. 

Outros cuidados importantes: 

       Dormir de barriga pra cima e manter a cabeça levemente elevada nas primeiras noites.

       Não fazer limpeza de pele ou massagem facial

       Não praticar esportes de contato

       Evitar atividades que exijam movimentos mais intensos dos músculos da face 

Existe contraindicação para os fios de sustentação? 

O uso da técnica é contraindicado nos seguintes casos: 

·         Obesidade ou quantidade excessiva de tecido adiposo na face.

·         Flacidez avançada

·         Pele muito fina com falta de tecido adiposo. 

Para saber se seu caso tem indicação é importante uma avaliação de um dermatologista de sua confiança. 

Posso combinar com outros procedimentos? 

Sim. Pode-se potencializar ainda mais os efeitos do fio de sustentação com a aplicação de bioestimuladores e preenchedores. 

O Ellansé, por exemplo, é um bioestimulador que pode ser uma ótima combinação. O bioestimulador é também um preenchedor bastante eficiente. 

Suas propriedades de preenchimento são semelhantes a do ácido hialurônico e podem ser notadas imediatamente após a aplicação. Em seguida vem o efeito de provocar o organismo a produzir o colágeno. Os  ganhos são ainda mais surpreendentes e satisfatórios! 

Saiba mais sobre o Ellansé clique aqui !

Espero que tenha entendido melhor sobre a técnica de fios de sustentação após ler esta matéria! Ficou com vontade de fazer mas quer saber se é aconselhado para o seu caso? Agende uma avaliação conosco!