Funcionamento: Segunda a Sexta das 09h00 as 19h00
Ligue 11 5571 8777 | Whatsapp: (11) 98920-4546

Peeling

Peeling:

O peeling é procedimento estético que consiste na retirada da camada mais superficial da pele onde ficam as células mortas e que está mais danificada devido a ação do sol, com rugas, manchas, cicatrizes e envelhecimento. Desta forma é estimulada a produção de uma outra camada de pele, regenerada, nova, com aparência mais saudável e jovem.

O peeling é um procedimento abrasivo e existem diversas formas de se produzir essa abrasão. Pode ser através de produtos químicos, os chamados peelings químicos, como o ácido salicílico, o ácido glicólico e o ácido tricloroacético, e também através de meios abrasivos, que são os chamados peelings físicos. Os peelings físicos podem ser feitos com laser ou cristal.

A técnica de peeling é utilizada em regiões que apresentam manchas, cicatrizes, marcas de acne, envelhecimento. As áreas mais comuns são rosto, mãos e pescoço.

Peeling Químico:

O Peeling químico consiste na aplicação de substâncias químicas que causam descamação das camadas mais externas da derme, estimulando a produção de células novas e colágeno.

O peeling químico pode ser aplicado com diferentes concentrações, dependendo da profundidade das rugas, cicatrizes e linhas de expressão do paciente. Quanto mais profundo o peeling maior deve ser o cuidado, pois um erro na aplicação pode acarretar em graves queimaduras na pele. Por isso é importante que o procedimento seja realizado por um médico dermatologista.

Os peelings químicos leves são utilizados para clareamento da pele e para rugas e cicatrizes superficiais. Produz descamação superficial, rápida recuperação e a dor é mínima. Para rugas e marcas mais profundas é aplicado o peeling médio com uma concentração mais alta de ácido. O dermatologista deverá realizar uma avaliação para determinar corretamente qual a concentração para cada paciente. Nesses casos a dor é maior e o procedimento mais invasivo, causando ardência, descamação e vermelhidão intensas, porém os resultados são muito mais expressivos.

Como age?

A pele é um orgão que se renova constantemente. Células mortas estão sempre sendo substituídas por novas. Entretanto, com a idade e a ação de fatores externos, esse processo torna-se mais lento e a pele sofre um afinamento. O peeling atua na aceleração desta renovação, removendo as células mortas e danificadas e estimulando produção de colágeno para restaurar a espessura normal.

A aplicação do ácido é realizada sob acompanhamento cuidadoso pois o paciente apresenta os efeitos de modo rápido, e na dependência destes efeitos o médico interrompe ou acelera as aplicações. As respostas são verificadas nos dias subsequentes: a pele apresenta no início vermelhidão e depois pode se tornar escura com o início do processo de descamação que deve ser mais ou menos intensa dependendo da técnica ou dos produtos utilizados.

Os resultados já podem ser notados desde a primeira sessão.

Para quem é indicado?

Adultos já a partir dos 20 anos podem se beneficiar deste procedimento. Em geral nesta faixa etária são recomendados peelings mais fracos para acne ou peelings físicos como peeling de cristal.
A partir dos 30-40 anos iniciam-se os peelings químicos para rejuvenescimento, manchas, cicatrizes, os quais podem ser leves, moderados ou fortes com maior concentração de ácidos.

Quais os benefícios do peeling?

Os resultados do peeling variam de acordo com o tipo de pele. Nas peles mais claras os ácidos podem ser mais fortes em virtude de menor risco de hiperpigmentação (manchas) e resultados mais satisfatórios.

Os benefícios são:

  • Atenua linhas de expressão
  • Contribui para o espessamento da derme, combatendo a atrofia natural decorrente da idade ou de longos anos de exposição solar
  • Diminui marcas e cicatrizes de acne e acidentes
  • Renova a pele dando aparência mais jovem e saudável

Quantas sessões são recomendadas?

O número de sessões varia de acordo com os danos que cada pele apresenta. Em geral para resultados satisfatórios recomenda-se um mínimo de 3 sessões que devem ser realizadas com um espaçamento mínimo de 15 dias. Recomenda-se que o peeling seja realizado em períodos em que se possa evitar a exposição solar nos dias subsequentes, ainda que seja no verão. A proibição de ir à praia permanece por um mês.

Como é o pós-procedimento?

Em casos de peelings de média e forte concentração, a recuperação é mais demorada e pode levar de 15 a 30 dias para total normalização. Como a pele fica sensível e exposta é necessário que todos os cuidados em relação a exposição solar sejam tomados. Recomenda-se o uso de protetor solar com fator de proteção acima de 70. Em caso de ardência muito incômoda usar hidratantes. Lavar o rosto inicialmente apenas com água nos primeiros dias, depois usar sabonete neutro ou syndet.

Peeling de Cristal:

O peeling de cristal é um peeling chamado físico, porque ao contrário do peeling químico as substâncias utilizadas agem por esfoliação física, promovendo leve abrasão da pele. É utilizado um equipamento que produz fluxo de cristais de alumínio por meio de uma ponteira que por varredura vai passando e repassando sobre a pele para suavemente retirar cravos, tornar a pele mais fina e sedosa conferindo um aspecto de frescor e brilho. Ideal para preparar-se para evento social ou profissional em que se deseja estar com aspecto descansado e mais jovial. Indicado para adolescentes com acne comedoniana, isto é com excesso de cravos, quando a pele se torna espessa e oleosa, especialmente nas áreas do nariz, testa e queixo.

Riscos dos peelings:

Os principais riscos referem-se a manchas escuras nos locais tratados, especialmente se houve exposição ao sol ou mesmo ao calor excessivo. As manchas escuras caso ocorram são tratáveis e regridem depois de alguns dias.

Pessoas com tendência a cicatrizes quelóides devem evitar os peeling mais fortes, assim como aquelas que apresentam cicatrizes hipertróficas (cicatrizes elevadas).

Cuidados domiciliares após os peelings:

No primeiro dia lavar o rosto apenas com água fria e não usar protetor solar.
No segundo dia no caso do peeling leve ou no terceiro para peeling médio pode-se lavar o rosto com sabonete neutro líquido ou loção de limpeza facial, a ser indicada por seu médico.

Nos peeling químicos leves ou mesmo no peeling de cristal não se necessita permanecer em casa, sendo aceita vida normal devidamente protegida a pele e evitando exposição solar direta,procurando sombra e ambientes internos por 5 a 7 dias.

No caso do peeling médio deve haver abundante descamação após os primeiros dois a três dias. Não puxar a pele que está soltando. Tratar com cremes hidratantes 3 vezes por dia. Lavar com sabonete líquido suave a ser indicado. Após os primeiros dois dias iniciar o uso de protetores solares. A praia é proibida por um mês.