Funcionamento: Segunda a Sexta das 09h00 as 19h00
Ligue 11 5571 8777 | Whatsapp: (11) 98920-4546

Psoríase

PSORÍASE

O QUE É

A psoríase é uma doença inflamatória da pele caracterizada por lesões de tamanhos variados, delimitadas, avermelhadas e com escamas secas esbranquiçadas, que surgem no couro cabeludo, joelhos e cotovelos ou outros locais diversos.

A psoríase tem causa genética e aparece geralmente em duas fases da vida: jovens adultos em torno de 20 anos e em pessoas mais maduras, acima dos 60.

As lesões da psoríase costumam aparecer depois de momentos de estresse e períodos de baixa imunidade. Exposição ao frio, uso de determinados medicamentos e ingestão alcoólica pioram o quadro.
Na psoríase ocorre um processo de dilatação de vasos sanguíneos e aumento no número de glóbulos brancos, que avançam para camadas mais externas da pele de forma muito rápida, provocando lesões avermelhadas. Trata-se de um ciclo ininterrupto, que só tem fim com o tratamento adequado.

Causas

A psoríase é uma doença crônica, inflamatória, com mecanismo imunológico, de possível origem hereditária. Ela não é contagiosa, portanto, o contato com portadores da doença não precisa ser evitado.

Alguns fatores ambientais podem desencadear a psoríase. São eles: Infecções de pele e garganta, lesões na pele de diversas naturezas, estresse, alterações no clima, fumo, consumo de álcool em excesso, alguns medicamentos de controle da pressão, transtorno bipolar e malária e alterações bioquímicas.

Doenças que alteram o sistema imunológico como viroses, infecções e outras doenças como HIV também podem desencadear a psoríase. Pessoas obesas, sob intenso estresse e que fumam são propensos a desenvolver a doença igualmente.

Sintomas

Pacientes de psoríase geralmente apresentam os seguintes sintomas: lesões avermelhadas com placas esbranquiçadas e descamação, pele seca, sangramento nas lesões, unhas espessas, amareladas, que esfarelam e descolam com facilidade e que possuem furinhos na superfície, inchaço , dor e rigidez nas articulações em casos mais graves.

TRATAMENTO

Não existe cura para a psoríase mas existem diversos tipos de tratamento que ajudam a reduzir a inflamação e formação das placas, além de regular e normalizar a aparência da pele.

Após o diagnóstico, em casos leves da doença, o dermatologista pode indicar diferentes formas de tratamento: uso de medicação local (cremes e pomadas), hidratação da pele e exposição da pele ao sol.

Os pacientes que apresentam formas de psoríase mais graves frequentemente necessitam de medicamentos sistêmicos, de uso via oral ou até mesmo injetável. Eles são indicados nos casos em que apenas com o tratamento tópico não se obteve o resultado esperado. Medicamentos novos e mais eficientes surgem, conferindo novas esperanças e bem estar aos doentes.